sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Terça, 9 de fevereiro de 2010‏

Bonjour! Ça va bien??? Je suis três bien et três heureux (feliz)!
Paris é linda, a vida é bela e tudo está super delicioso. Como eu adoro essa vida de conhecer novos lugares, ver pessoas, ver coisas novas (outras nem tanto assim), outras super diferentes! ADOLO!!!
Hoje saímos da aula e fui almoçar num bistrôt pertinho da escola., que delícia! Já to meio de saco cheio de comer sanduiches naturais, saladinhas e pão! Apesar de achar que até as comidinhas prontas de mercado são muito boas.
O bistrôt chama Square St Honoré e só tinha franceses lá dentro, o que é bom, já que é melhor comer onde os franceses comem do que em restaurantes para turistas, isso quer dizer que estamos comendo mesmo uma comida cotidiana deles. A primeira coisa que o garçom trás aqui é água, e ela é de graça, pois se pedimos uma garrafa de água eles trazem a água da torneira (que é água que todos nós bebemos, até os franceses – água é muito cara por aqui). Eu pedi uma entrada ede soupe de legumes e o plâts de Escalope de Volaille a la Normandie ET Pommes Purée. Nada mais era do um filé de frango grelhado com um molho DELICIOSO de champignon e um purê de batata maravilhoso apimentadinho! Uma delícia! Sabe quando você come e os sabores vão aparecendo na sua boca? Assim é aqui. (Ainda estou na dúvida se é porque as vezes eu fico comendo porcaria e quando eu como de verdade eu sinto mais prazer ou se é porque a comida é realmente muito boa!).
Depois desse almoço delicioso, fomos ver mortos! Hahahahahaha... Sim, estava saindo uma excursão da galera lá do curso para ver as Catacumbas de Paris. Também conhecido como o império da morte! Uhhhhh... super assustador... Mas nada mais é do que um montão de ossos empilhados em um buraco! Hahahahahaha
Foi criado no século 18 pois os cemitérios de Paris estavam superlotados e ameaçando a saúde pública de Paris, devido a uma praga que estava assolando a cidade. O prefeito da época então resolveu tirar todos os cemitérios de Paris e colocar todos os milhões de mortos em uma catacumba no subsolo da cidade.
O passeio consiste em descer até o subsolo e ver milhões de ossos empilhados com uma placa de cada cemitério das quais foram retiradas. Mensagens de morte e de vida decoram os corredores subterrâneos.
Diria que foi um passeio diferente do que estava fazendo aqui em Paris, mas foi um fato histórico e também muito importante para a população. Então valeu a pena conhecer.
Sainda de lá fui até a estação de metrô Gare Du Nord para ver como funciona o Eurostar, já que vou de Paris para Londres para voltar para o Brasil. E também aproveitei para ir até a estação de metrô Port Maillot para ver o ônibus para o aeroporto de Beauvais, que é onde irei pegar o avião para Roma. Vou ter que pegar este ônibus as 6h30 da manhã da sexta e meu vôo só sai as 9h30. Não quero nem ver o frio! Hahahahahaha
As minhas noites consistem em ficar aqui no quentinho do meu quarto, estudando francês, escrevendo no blog e conversando com mamis e resolvendo as pendências de viagem com o Tiago. Ah claro, sem esquecer de passar no Monoprix pra comprar a minha jantinha né?
C´est tout! Um bisou pour tout le monde!

Um comentário:

Gabitus disse...

Minha querida,

você sente o sabor da comida em Paris porque, em geral, na Europa, a comida TEM SABOR!!! Eles usam produtos frescos, da melhor qualidade (mesmo no prato mais simples), detestam coisas industrializadas e prezam muito o que comem!!! É um carinho pela comida sem igual!! Acho isso lindo!! Por isso os sabores são fantásticos, a comida vem por partes (uma entrada, um principal, em porções pequenas mais satisfatórias, tudo ao seu tempo!)... tudo de bom!!

O pão, deles, então, nem tenho palavras!! O conceito de padaria desses caras é algo lindo!! Eles FAZEM pão, e não compram massas industrializadas em toneladas e já enfiam no forno, como aqui no Brasil.

Agora, o seu passeio... não vou sugerir pra mamis e pra tia Márcia!! Hahahahaha....

Beijos, linda!!